APRENDA ADIAR A GRATIFICAÇÃO

TUDO COMEÇA COM O PRIMEIRO PAÇO

Aprender adiar a gratificação possibilita você ter uma visão de longo prazo nas finanças pessoais. Precisamos dar tempo para que o dinheiro trabalhe para nós. Tudo começa com o primeiro paço.

Os chineses aproveitam o tempo livre para praticar piano, xadrez, caligrafia entre outras atividades extras. O benefício futuro de aprender tocar um instrumento musical ou resolver um problema dificílimo são enormes.

DICAS E ORIENTAÇÕES CHINESAS.

Meditação tem como objetivo a atenção plena.  Uma boa sessão de meditação deixa a pessoa mais consciente e, portanto, mais atento à sua vida, ao ambiente e às emoções.

Treinar e cultivar a paciência fez a diferença entre os vencedores e os não vencedores. Poucas coisas são mais eficazes no combate à epidemia moderna da ansiedade que a meditação.

Um estudo em 1980 por Michael H. Bond, psicólogo social de Stanforf University, surpreendeu no que se refere a profundidade das conclusões: O levantamento revelou que a principal diferença entre os chineses e os outros povos do mundo é a extensão da sua orientação de longo prazo, que o Doutor Bond chamou de dinamismo confucionista.

E OS AMERICANOS?

Os americanos têm obsessão pelo momento presente e são terríveis demais para pensar. Não há como não pensar a longo prazo, caso contrário não competiremos.

DE QUEM É A RESPONSABILIDADE?

Em vez da mais completa austeridade, acredito que os valores devam voltar a ser ensinados à mesa de jantar da família. Os valores devem e podem ser ensinados em qualquer outro âmbito da sociedade, mas os pais devem assumir a responsabilidade por sua transmissão. Deve-se dar atenção as necessidades, e até a alegria, de adiar a gratificação. Compete ao estado mudar o modelo educacional que aí está. Assunto para muita discussão.

Adiar a gratificação não deve ser uma tortura, nenhum atleta renunciaria à dor do treinamento. Como os budistas nos ensinam sobre a vida em geral, a dor é inevitável, mas o sofrimento, não. É esta postura que os atletas assumem perante o treinamento. É essa a postura que os aprendizes assumem em relação a aprendizagem.  É esta postura que devemos assumir.

E NÓS BRASILEIROS?

Nós brasileiros temos a cultura de demonizar o dinheiro, no entanto trabalhamos todos os dias para ganhá-lo. Como explicar isso? Isso se explica pelo modelo mental que herdamos desde a infância a vida adulta. Somos moldados a não pensar, meditar, a não desenvolver ideias e projetos para a construção de nossas vidas. Um modelo mental de fracasso e não sucesso. Como mudar? Uma educação de regeneração e reorganização mental! Um modelo de sucesso! Se outros podem. Nós também podemos.

Pense nisso!

finaplan-gratificacao-educacao-financeira