A IMPORTÂNCIA DO
EMPREENDEDORISMO E DO EMPREENDEDOR

O VALOR DE EMPREENDER

O Empreendedorismo é importante porque nada acontece sem pessoas empreendedoras, com visão e disposição para mudar as coisas. O empreendedor é inquieto, percebe coisas erradas ou que podem ser melhoradas e parte para a ação.

            É possível estimular o empreendedorismo nas pessoas, mas se não existir uma resposta, uma disposição para isso, elas não sairão do lugar onde estão para fazer algo diferente. Quem está sempre em busca de uma zona de conforto dificilmente encara o empreendedorismo como um benefício. Para pessoas assim ele é visto mais como um estorvo.

            Suas características principais é senso de observação, criatividade, inquietude e descontentamento. Precisa ser proativo e estar disposto a correr riscos e a lutar por suas ideias. Pessoas medrosas e passivas não empreendem.

            Anualmente, cerca de um milhão de pessoas abrem uma pequena empresa nos Estados Unidos. Infelizmente, pelo menos 40% dessas empresas não dão certo no primeiro ano.  Oitenta por cento delas estarão fora do mercado em cinco anos e 96% terão fechado as portas antes de completar 10 anos. No Brasil a situação não é muito diferente.

Problemas das empresas.

            Uma das principais razões do fracasso das pequenas empresas é que elas são abertas por técnicos – profissionais especializados que gostam de exercer o seu ofício. Sejam eletricistas, escritores, fotógrafos e programadores, eles cometem o erro fatal de continuar a fazer o trabalho no qual são especializados enquanto ignoram outras áreas vitais da empresa.

Chaves de sucesso do empreendedor.

            A primeira chave são as finanças. Muitos empreendedores fecham as portas porque não sabem como administrar seu dinheiro. As despesas ultrapassam as vendas, eles não cobram as faturas e não percebem que o sucesso depende de CAIXA. Caixa, é isso que é preciso para ter sucesso nos negócios. Não adiante você ser inteligente, ter bons produtos e seus clientes não pagarem a conta na hora certa. Sem boa administração financeira, sua empresa nuca terá sucesso. Se você cuidar bem dos clientes e criar um ambiente motivador para seu pessoal, os aplausos são os bons lucros que terá.

            A segunda chave para o sucesso como empreendedor envolve sua equipe. Delegar poder a seus funcionários para que assumam responsabilidades em sua empresa libera você, o empreendedor, da obrigação de fazer tudo sozinho. Uma vez que as pessoas tenham autonomia para tomar decisões, elas passam a agir como donas da empresa e se interessam em dar uma atenção especial aos clientes.

            Isso nos leva ao terceiro elemento vital do sucesso empresarial: cuidar de seus clientes. Você pode ser o técnico mais eficiente do mundo, mas, se não tratar bem seus clientes, nunca vai ter sucesso.

Qual o segredo do empreendedor segundo Sheldon?

            Sheldon Bowles, que além de escritor é um grande empreendedor, diz que quando o indivíduo deseja começar um negócio, ele tem de agir com paixão, precisa fazer o que ele chama de teste da alegria, respondendo à seguinte pergunta: o que mais gosto de fazer? Se tentar ser empreendedor só para ganhar dinheiro e não para satisfazer o seu desejo, você fracassará. Se não gostar do que está fazendo, você nunca investirá o tempo necessário para ser o melhor.  Identifique o que você faz com paixão. Procure fazer isso.  Não tenha medo de sonhar, a ambição é o combustível que pode provocar mudanças significativas na sua vida.

A importância do empreendedorismo e do empreendedor 2

Se você quer abrir um negócio e ser um empreendedor bem sucedido só existem quatro coisas que você deve se lembrar:

Quer ser empreendedor, Lembre:

Primeiro: suas vendas tem de ser maiores que suas despesas. Muitas pessoas, quando começam um negócio, querem montar um belo escritório, investir em artigos de papelaria e cartões de visita sofisticados, só que não tem nenhum cliente. Esta é a fórmula do desastre.

Segundo: Cobre suas faturas. Muitas pessoas fecham as portas com pessoas lhe devendo dinheiro. Seja razoável, mas não seja o banco de seus clientes.

Terceiro: Cuide de seus clientes. São eles que pagam suas contas e emitem os cheques em seu nome. Lembre-se: você trabalha para eles. Aproveita a hora da verdade com seus clientes para criar o tipo de experiência que você deseja que eles tenham. Ouça seus clientes. As sugestões deles podem tornar a visão e o serviço de sua empresa ainda melhores.

Quarto: Cuide de seu pessoal. Fico espantado com o número de empreendedores que maltrata seus colaboradores e depois espera que cuide de seus clientes. Ao construir seu negócio, os funcionários não são os bens mais importantes da empresa: eles são a empresa. Quando você fecha as portas no final do dia e os funcionários vão para casa, sua empresa vai com eles. Sem elas a empresa não existe.  Tenha metas claras com eles e como poderão ser alcançadas. É aí que entra em cena o líder operacional, o lado servidor da liderança servidora. Tenha um sistema eficaz de gerenciamento de desempenho, isso ajuda as pessoas ter êxito, em vez de avalia-las e repreendê-las.

Como desenvolver o empreendedorismo na sua empresa?

            Se você como empresário quer promover o empreendedorismo dentro da sua empresa deve seguir alguns princípios:

1,  A empresa deve inovar. Sem inovação as empresas tendem a fazer o que sempre fizeram e correm o risco de ficar ultrapassadas e em desvantagem competitiva.

2, Para ter sucesso, a empresa deve aproveitar a iniciativa individual dos membros de sua equipe. Esta deve ser uma área vital de foco.

3, Em qualquer iniciativa em andamento, a adesão dos membros da equipe é essencial para o sucesso.

4, Se uma empresa quer que seus funcionários pensem ajam de maneira empreendedora, ela deve mantê-los bem informados sobre sua visão e seus processos e seu impacto sobre lucros e perdas.

5 Os líderes devem propiciar aos membros da equipe tudo de que eles precisam para se motivarem e tornarem a iniciativa para alcançar o sucesso.

6, As empresas devem recompensar a criatividade de seus funcionários.

7, Sem um colaborador tiver uma ideia e se esforçar para implementá-la, ele deve ser reconhecido pelo sucesso dessa iniciativa.

8, As empresas devem incentivar a engenhosidade e o pensamento criativo.

9, Todos os líderes devem estar focados nas necessidades do cliente e em como satisfazê-las e superar as expectativas.

10, Os líderes e os gerentes devem trabalhar para maximizar o envolvimento dos membros da equipe em todas as iniciativas importantes, a fim de aproveitar a inteligência coletiva da equipe. (Ken Blanchard e Don Hutson).

Conclusão:

            Nem tudo é rosas, mas o importante que as pessoas saibam que ser empreendedor é comprometer-se com o sucesso pouco a pouco. O verdadeiro empreendedor não anda só, tem rede de relacionamentos, sabe aproveitar o capital social o qual faz parte e o capital humano da sua empresa.   Tem paixão e foco pelo o que faz.

Empreender é fazer acontecer. Tem poder quem age.